top of page

Senappen e Fiocruz realizam 4ª Oficina de Aperfeiçoamento de Gestores e Intercâmbio de Experiências com estados do país

Iniciativa promove o desenvolvimento de projetos voltados à saúde a partir de metodologias ágeis para os servidores penitenciários



A promoção de ações e projetos que fomentem o bem-estar e qualidade de vida dos servidores penitenciários é pauta da 4ª turma da Oficina de Aperfeiçoamento de Gestores e Intercâmbio de Experiências. Ao todo, 7 Estados participaram do encontro, representados por gestores da área de saúde e qualidade de vida dos servidores e gestores da área de convênios e contratos, em que foi abordado temas como a inovação a partir de metodologias, técnicas e tecnologias inovadoras. 


Foram quatro dias de imersão em atividades, que ocorreram em Brasília, em que os participantes desenvolveram diversos conhecimentos como: financiamento de projetos, inteligência artificial e linguagem simples, conceitos e uso de design thinking e desenvolvimento de pitchs para projetos. 


A oficina é uma iniciativa da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen), em parceria com o Pólen - Laboratório de Inovação na Gestão da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no âmbito do Projeto Valoriza: Saúde em Foco.

“Escolhemos metodologias ligadas à inovação que possam contribuir para a melhoria da gestão pública nos Estados” explica Aline Macena, Coordenadora da Célula de Soluções em Comunicação e Formação do Pólen.


Impacto do Aperfeiçoamento para os Estados


As equipes participantes foram representadas pelas áreas de saúde e qualidade de vida dos servidores penitenciários e dos setores que gerenciam e acompanham a execução de recursos financeiros, como convênios, Fundo a Fundo, emendas parlamentares e outros, de Alagoas, Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Piauí, Rio de Janeiro e Roraima.



A partir da oficina, os Estados irão apresentar suas propostas de projetos para as unidades federativas, com o intuito de colocar em prática os conhecimentos desenvolvidos. 


“Diante da realização das quatro oficinas, esperamos fortalecer uma política nacional de promoção à saúde e qualidade de vida dos servidores penitenciários, com a oportunidade de estruturar projetos que permitam implementação de tecnologias inovadoras e metodologias ágeis como ferramentas de qualificação e desenvolvimento de futuras ações”, explica Sara Reis, Coordenadora Nacional de Saúde da Senappen.


Com o intuito de fomentar constantemente a promoção e o cuidado das condições físicas e mentais dos servidores penitenciários, um dos principais objetivos da oficina é também perpetuar essas ações para que se reverberem ao longo dos anos e gerem impactos positivos para os trabalhadores no âmbito prisional, garantindo o bem-estar e qualidade de vida desses profissionais.


Confira nossa galeria de fotos do evento:



16 visualizações

Comments


bottom of page